Go to Top
Posts Recentes
glicopan pet id
cama-baú-id
Pill Food - id
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
zasłonka_szafa_garderoba_kokopelia_-32

Dicas para quem tem alopécia areata

Esse post eu resolvi fazer por causa de muitos emails que tenho recebido, de pessoas que têm alopécia areata, pedindo ajuda com esse problema.

dicas-alopecia-areata-moda-democratica

No post que fiz do Pantogar, comentei que já tive alopécia areata, mas que não tenho queda acentuada há muito tempo. Então, as pessoa começaram a me perguntar: como sua queda parou???

Gente, vou ser bem franca com vocês: não sei dizer exatamente o que fez com que a queda decorrente da alopécia acabasse.

Mas, por causa da alopécia, eu li muitos livros de autoajuda, além de livros religiosos, e acho que tudo acabou ajudando um pouco.

Por isso, considero a melhor dica de todas: regule o nível do seu stress, da sua ansiedade, encontre um caminho espiritual e um sentido para sua vida, e a alopécia provavelmente irá melhorar.

O difícil da alopécia é que, se a gente já estava estressada antes, a queda de cabelo é um fator que estressa ainda mais. Então o melhor é procurar ajuda para controlar o lado emocional.

ajuda na internet

Também acho muito importante compartilhar o problema, conhecer pessoas que passam pelas mesmas dificuldades em virtude da doença.

Hoje em dia podemos fazer isso por meio da Internet. Por isso, selecionei dois sites que achei bem legais sobre o assunto, e que podem servir de apoio no tratamento. Se você conhece outros, compartilhe com a gente.

O fórum abaixo é muito interessante, em português, e lá você vai encontrar o depoimento de muita gente com alopécia:

http://www.alert-online.com/br/forum/topics/alopecia-areata

Já o site abaixo é em inglês. É um site que vale muito a pena, tem muita informação de qualidade, novidades sobre tratamentos e histórias de pessoas que passaram (ou ainda passam) pelo problema:

http://www.naaf.org

Eu posso dizer a vocês que não me sinto totalmente curada. A alopécia não tem cura, e, quando eu fico muito estressada, sinto que meu cabelo começa a cair mais em uma região.

Acho que eu aprendi a controlar o stress, e agora faço tudo que posso para não entrar num nível alto de ansiedade, pois sei que, se isso acontecer, a queda pode voltar.

Mas, é muito importante dizer que não é só o stress que causa a alopécia. Alergia, seja a alimentos ou medicamentos, podem estar agravando a queda.

monitore seu dia

Quem tem alopécia precisa prestar atenção no que come, no que fez no dia, pois, assim, pode monitorar a queda. Por exemplo, num dia em que a queda foi acentuada, você fez algo de diferente?

Acima de tudo, é preciso pedir ajuda. Grupos de apoio, psicólogos, amigos, religiosos; enfim, procure uma pessoa em que você possa confiar e compartilhe seu problema.

Espero sinceramente que essas informações possam ajudar, ao menos um pouco, a todos aqueles que hoje sofrem na luta contra a alopécia areata.

Artigos relacionados

, , , , , , , , ,

23 Comentários para "Dicas para quem tem alopécia areata"

  • Eliane Gomes da Trindade
    30/09/2013 - 13:06

    Olá, boa tarde, tenho alopécia areata desde os 11 anos de idade. Perdi um tia que amava muito e então comecei a desenvolver a doença. Desde então eu venho lutando contra ela… hj estou com 34 anos e me diga como não me estressar com o cotidiano da vida, estou me tratando com meu dermato, mas a queda está muito acentuada tomo uma vez por mês injeçoes de decadronal no couro cabeludo que doem muito, ants faziam efeito rapido agora sinceramente quase não vejo melhora, estou muito triste e nervosa com isso, trabalho como recepcionista, me diga como vou continuar se meu cabelo continuar a cair desse jeito???? Está caindo muito mesmo chego a sentir o fio soltando, fora o chão da casa, travesseiro cama… me ajude por favor se vc souber de algo… que possa desacelerar essa queda brusca… se continuar assim vou ficar careca por completo em no máximo 3 meses. Me ajude
    Att
    Eliane

  • Silvia
    30/09/2013 - 14:22

    Oi Eliane, não desanime, infelizmente, como você sabe, não existe caminho fácil para a cura da alopécia, e como não estressar nessa vida, não é mesmo??? Uma coisa que você pode pensar é usar peruca (sim, peruca!). Muita gente ri disso, mas existem perucas muito perfeitas, e, quando eu estive na fase “brava” da alopecia, a ideia de poder usar peruca foi algo que me acalmou, pois não precisaria ficar totalmente careca. Espero que você consiga superar essa fase, beijos e boa sorte!

  • monica
    16/02/2014 - 18:16

    procure um tricologista,, ele é o especialista em cabelo,, injeçoes de minoxidil,, predisona e soluçao capilar de minoxidil ajudam muito

  • Silvia
    17/02/2014 - 8:42

    Um tricologista é uma ótima dica Mônica, pode ajudar bastante, em alguns casos o tratamento chega a interromper a queda, obrigada por lembrar!

  • Lisiane
    02/03/2014 - 20:40

    Oi gente! Tambe estou passando por esse drama da alopecia areata. Já fazem 10 meses que os focos calvos aparecem, pelo menos os primeiros já estão com novos fios, mas a queda é intensa mesmo assim, cada banho é uma peruca que fica no ralo. Atualmente estou com 3 focos calvos que apareceram há 3 meses e ainda nao mostraram resultado. Mas já usei muita coisa. Comecei com injeções de corticoide no couro cabeludo e passando minoxidil 2 vezes ao dia, mais os comprimidos de predisona, o que parecia dar bastante resultado, mas como eu sou azarada o couro começou a ficar muito atrofiado com as injeções e comecei a ter alergias terríveis ao minoxidil, sem contar que estava ganhando uns quilinhos com a predisona. Minha dermato indicou que parasse com tudo depois das reações alérgicas que me deixaram com o rosto deformado, parecendo um monstro. Agora eu só estou usando a solução capilar Therapsor, que não parece dar resultados. Até comprei Pantogar que todos indicam, mas tambem nao tenho muita esperança já que acabei de ler a postagem onde disseram que não resolve. Já percebi que é uma batalha que não se vence, aliás, é inútil entrar nela. O jeito é tentar ignorar aqueles fios caindo o tempo todo e em todo o lugar, esquecer as pessoas perguntando o porquê das carequinhas visíveis e seguir a vida normalmente.

  • Silvia
    08/03/2014 - 19:48

    Olá Lisiane, muito obrigada por compartilhar com a gente sua história. Tenha certeza de que é possível melhorar e, se estiver numa fase pior, repito uma ideia que dei aqui no blog: pense em usar, por um tempo, uma peruca – por que não? É bem sério isso, só quem sofre com a queda sabe como é terrível, e hoje existem muitas perucas que ficam quase imperceptíveis nos cabelos. Beijos!

  • Aline
    07/05/2014 - 20:48

    Tenho também esse mesmo problema desde de agosto de 2013, um buraco calvo pequeno mais no decorrer do tempo cresceu mais, passei pelo um especialista e esta crescendo cabelo na região, mais so que agora esta caindo mais perto da região onde caiu a primeira vez, tenho medo de cair em mais lugares e fica totalmente careca.

  • Silvia
    08/05/2014 - 13:29

    Olá Aline, se está nascendo é um bom sinal; procure ver as causas psíquicas da queda (stress, ansiedade etc.), esse é o melhor tratamento. Beijos!

  • Karla
    23/05/2014 - 11:35

    Oii gente tudo bem?
    Há aproximadamente um ano que estou passando por esse problema.
    Nossa…. terrível, sofri tanto, chorei demais e ainda choro. Fiquei quase careca em um ponto que não
    dava mais usei lenço por um tempo, hoje uso peruca. As pessoas nem percebem que é peruca.
    Fiz vários tratamentos, gastei muito dinheiro.
    Não podemos perder a esperança, a fé. Deus é maior que isso. Se não tivesse me segurado em Deus tinha entrado em uma depressão profunda.
    Deus é mais! Não desanime.

    Abraços

  • Mariana Lima do Nascimento
    02/09/2014 - 16:12

    Olá!
    Estou com alopecia tem uns 4 meses tomei alguns remedios mas nada adiantou. E já esta bem avançado , não consigo mais esconder a falta de cabelo. Só que o couro da minha cabeça dói muito. Gostaria de saber se vocês sentem dor também.
    O meu médico me indicou as injeções, mas tenho medo de acabar sentindo mais dor. As injeções doem muito???
    Me ajudeem ….
    Beijoos

  • Liliam
    04/11/2014 - 22:11

    Olá! Sofro com alopecia já faz dez anos e agora parece estar piorando, tenho cabelo crespo, fica desarrumado, quero arrumar ele agora, será que posso alisar com guanidina?

  • Leticia
    21/11/2014 - 15:06

    Boa tarde! Fui diagnoticada com alopecia areata pois uma parte do meu cabelo caiu próximo a região da nuca. Quais são as contra-indicações e restrições para quem tem alopecia? Meu cabelo não costuma caie,será que eu posso fazer escova progressiva ou vai piorar?

  • HELLEN
    29/04/2015 - 11:27

    Olá, tive uma placa de AA a 8 meses atras e desde então com tratamento minha placa esta totalmente com cabelo.
    Tenho duvida quanto ao tempo necessário para retornar a fazer selagem e luzes no cabelo. Gostaria de saber se você fez e em quanto tempo depois do tratamento ? Adoro seu blog, beijos!

  • Silvia
    24/05/2015 - 10:00

    Hellen, química não influencia na alopécia. Se a queda parou, pode ir em frente. O problema da química é que ela pode derrubar cabelo normalmente, e a placa de alopécia aparece com mais facilidade.

  • Rafael
    20/09/2015 - 17:18

    Ola,

    Minha AA surgiu com 22 anos. Hoje tenho 41. Já perdi quase todo o cabelo e sobrancelha. Já usei de tudo, Minoxidil, Meticorten (corticóide), injeções, cremes diversos. Tive épocas de melhora e épocas de piora. Atualmente trato com fototerapia (PUVA) com excelentes resultados. Minha sobrancelha voltou e se mantém. O cabelo também voltou bem (com algumas falhas mas que da pra conviver). Recomendo realmente que façam a tentativa. Está me ajudando significativamente.

    Espero que tenha ajudado.

  • Marcela
    17/12/2015 - 8:01

    Olá,

    Tive alopécia areata em agosto deste ano de 2015, uma bola enorme de 4dedos mais ou menos,
    então fui buscar tratamento com pomada Tarfic e solução Diprosone, pra piorar apareceu outra,conforme a orientação medica eu usei um cada dia e domingo dava pausa, foi um resultado incrível, porque agora em Dezembro cresceu tudo e não tenho mais, graças a Deus, também busquei ajuda espiritual e acho que foi um conjunto de tudo.
    Não percam as esperanças e sempre tenham fé !

  • Renilda Nunes
    29/03/2016 - 22:12

    Olá, boa noite.
    Eu tive Alopecia Areata Ofiásica há mais de quinze anos atrás por causas emocionais. Comecei o tratamento com um clínico pois descobri que estava em depressão, coisas do coração.Consegui ajuda dos amigos, me levavam à igreja, chegando lá a única coisa que sabia fazer era apenas chorar. Com o tempo, Deus foi me fortalecendo, abri mão da FLUOXETINA, não aconselho, a não ser que queira saber se Deus é quem está no controle das suas emoções realmente.
    Tive novamente, do mesmo lado, no ano passado,dessa vez foi pela perda da minha mãe, minha filha quem descobriu. Começou na nuca, e eu que sempre gostei de cabelo curto estou sem corta los desde dezembro quando comecei o tratamento com infiltração de Beta30, primeiro usei betametasona local e minoxidil três vezes ao dia.
    Como dói, misericórdia,mas está funcionando, vou fazer a última infiltração no próximo mês, a quinta.Minha filha fica monitorando o crescimento. E não estou mais me estressando, este ano, prometi à mim mesma que vou andar no meu ritmo.
    Um conselho? Se envolva com coisas que não façam você pensar só nos seus problemas, procure ajudar outras pessoas que precisam, isso é muito gratificante. E coloque Deus sempre em primeiro lugar na sua vida e a sua fé em ação.
    Um monte de beijos e abraços, ah abraços dê muitos abraços, com certeza curam rsrsrs.

  • Silvio Borges
    13/04/2016 - 21:27

    Otimo e esclarecedor !!! Muito Bom !!!

  • Verônica
    12/05/2016 - 15:53

    Amei ler o relato de todas. Bom saber que há esperança. Casos de meninas que tiveram e têm AA e controlaram. E, mesmo que não consigam, ainda existe a possibilidade das perucas. Vi vários vídeos de meninas que usam. Até Beyoncé usa , gente! rs
    Pelo que vi, a alopecia é muito de questão emocional. Vou tratar sobre isso com minha psicóloga hoje.
    Obrigada pelos relatos e que Deus abençoe a todas! Bjos e abraços em todas

  • Magaly Almeida
    20/11/2016 - 16:14

    Boa tarde a todos (as)!

    Infelizmente a alopecia não acomete somente às mulheres, meu ex namorado teve na barba e graças a Deus tratou e até hj não teve reincidência.
    Eu tive em 1998, na época o dermatologista tratou com shampoo e infelizmente em agosto deste ano descobri novamente que estou com alopecia, inicie o tratamento imediatamente junto com a dermatologista, o tratamento inicial é de três meses e amanhã termina, tenho consulta agendada com o dermatologista para a próxima semana e então irei saber se o tratamento vai parar ou não.
    No tratamento estou usando Pantogar e Norkrin e a região que perdi os fios atualmente já está coberta, com poucas falhas. A causa da minha alopecia foi o estresse e realmente tenho tentado não me estressar, um pouco difícil, mas estou conseguindo rsrsrs…
    Porém a minha dúvida é, será que posso dar uma selagem capilar!? Quero usar uma que serve pra criança.
    Desejo boa sorte a todos que estão na luta e que não desistam. É como a Sílvia falou, é importante conhecer o nosso corpo, devemos estarmos sempre atentas, o diagnóstico precoce ajuda muito.

    Um abraço!
    Um abraço a todos!

  • Clara
    04/01/2017 - 9:42

    olá , também estou com a AA, descobri quando fui secar meu cabelo vi um buraco bem grande quase no centro da minha cabeça , chorei muito pois até não sabia do que se tratava ,fui no dia seguinte em uma dermatologista , e ela me recomendou três tipos de remédios Advantan (passando duas vezes ao dia de manhã e a noite no local da queda ) , também me passou Fortalise ( que é um conjunto de vitaminas para parar a queda ) , e por último um remédio para ansiedade manipulado . Voltei na derma , novamente por conta do meu coro cabeludo onde está com a queda está irritado ela falo que é assim mesmo , que o remedio irrita o local para nascer cabelo , e o que mais me deixou feliz foi que ela disse que meu cabelo já está nascendo mais rápido do que ela esperava .Mas eu to sismando que parece que o local da queda está maior , mas minha médica disse que quanto menos olharmos o local da queda é melhor pois não ficamos ansiosas para crescer , e a ansiedade e um fator que ajuda na queda . E tenho buscado uma ajuda na palavra de Deus , todos os dias coloco minhas mãos no local da queda e peço a Deus para que meu cabelo volte a crescer , forte e saudavel. Na palavra de Deus em Mateus diz o seguinte …”tudo quanto pedires em oração crendo recebereis …’ então estou me firmando nesta palavra e creio que meu cabelo vai voltar a crescer !!!

  • Gislene Amorim
    16/02/2017 - 11:23

    Olá!

    Guaraná em pó foi que o meu pai tomou. Hoje ele está com bem mas afetou a barba, couro cabeludo, peito, braços.
    Minha mãe muito curiosa pesquisou sobre alopecia e viu uma reportagem sobre o Guaraná em pó,
    tomou por 6 meses seguidos todos os dias.
    Eu tive com 19 anos e agora por ansiedade e estres há duas semanas voltei a ter alopecia. Estou tomando o guaraná e aplicando o MInoxidil.

    _O Guaraná é uma planta da Amazônia, que é encontrado em partes da Venezuela e do Brasil. Os benefícios do Guaraná ( confira os 14 Benefícios do Guaraná Para Saúde) são devido a presença de cafeína, teofilina, teobromina, tanino, Potássio, Fósforo, Cálcio, Ferro, Tamina e Vitamina A. Além disso, o pó de guaraná possui propriedades afrodisíacas, anti-bacterianas, diuréticas e, é um poderoso energizante, ajuda na concentração, reduz o estresse e ajuda a queimar gordura, permitindo uma maior perda de peso para as pessoas que seguem uma dieta.

    Mas o Guaraná não pode para algumas pessoas:

    _Lembrando que Pessoas que sofrem de pressão alta e problemas cardíacos e mulheres que
    estão grávidas ou amamentando devem evitar o guaraná e derivado do guaraná. Além disso, o Guaraná não deve ser combinado ou tomada quando formulado com efedrina (como encontrado em bebidas dietéticas e suplementos esportivos), pois isso pode causar batimentos cardíacos irregulares.

    Espero que ajude.

  • Dayna
    16/03/2017 - 10:02

    Adorei o blog e todos os relatos! Também estou nessa mesma luta. Atualmente ando sem cuidar da alopecia porque às vezes penso em desistir, parar de me preocupar e esperar ela curar sozinha.. mas bate um desanimo abrir o cabelo e ver que a placa aumentou mais um pouco e mais desanimo ao ver o chão da casa sempre cheio de fios enormes que caem desde a raiz.. Descobri minha alopecia em fevereiro de 2013, me desesperei pq nunca tinha ouvido falar e nem sabia como pesquisar na internet, até que descrevendo a lesão no google apareceu o nome da doença. Iniciei o tratamento logo em seguida, o que me conforta até hoje é que fica numa área escondida da nuca mas muito próximo da orelha, temo que em algum momento evolua e apareça e eu não possa mais fazer tabo de cavalo. Já tive vários tratamentos, 3 médicos diferentes, iniciei com infiltração de corticoide (triancil) e tive bastante resultado inicialmente, cheguei a fazer 5 sessões com a minha primeira médica, depois não vi mais resultado algum. A lesão quase fechou mas depois percebi a falha nas laterais, busquei outro médico que me fez mais 3 sessões e infiltração com o mesmo corticoide e não vi melhora alguma, então comecei a usar terapeuta, pantogar e minoxidil e voltei a ter bons resultados, acontece que por um tempo parece que as coisas deixam de fazer efeito! Mudei de médico novamente ela me passou a mesma medicação acrescida de predinisona via oral que eu não aceitei de modo algum. Busquei ajuda espiritual tbm, coloquei Deus a frente e passei a acreditar que ele vai me dar a cura disso. No momento não estou fazendo uso de nada mas pretendo voltar o uso do minoxidil.. Vou continuar confiando em Deus e sei que em algum momento vou ter meu cabelo todo de volta. Sinto meu cabelo cair muito em todas as regiões e isso me incomoda bastante, entristece mesmo, choro.. Mas sei que desespero só faz piorar. Vou me manter nessa de acreditar e ainda vou dar um relato da minha cura! Beijos e sorte pra todas nós!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resolva *