Go to Top
Posts Recentes
glicopan pet id
cama-baú-id
Pill Food - id
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
zasłonka_szafa_garderoba_kokopelia_-32

Por que tão poucas cores de pó e base vêm para o Brasil?

Não sei quanto a vocês, mas eu sinceramente já estou cansada de ir a uma loja de cosméticos e perguntar: “você tem uma cor adequada para minha pele?” e, em seguida, a vendedora aparecer com tudo, menos uma cor que fique bem na minha pele. A desculpa é geralmente a mesma: “é que a marca manda só algumas cores para o Brasil, e essa é a mais próxima da sua pele”.

O mais incrível disso é que não é por causa do tom da minha pele ser claro, não. É difícil encontrar maquiagens para a pele de cor negra. Tenho amigas que falam que todas as maquiagens que encontram ficam abaixo do tom de pele que elas possuem. Então, qual é o problema das empresas de cosméticos no Brasil?

base tom pele

O problema é que no exterior, as bases e pós vêm em dez, às vezes vinte tonalidades. Somos consumidoras assíduas de maquiagens, será que não merecemos essa consideração?

As cores que geralmente encontramos são três: claro, médio e escuro. Só que o claro não é claro e o escuro é claro demais. Ainda mais aqui no Brasil, onde as mulheres têm tons de pele tão diferenciados, como é que as marcas de cosméticos acham que a gente pode se virar com míseros três tons?

Fica aqui a torcida para que, em breve, a gente encontre por aqui toda a gama de tonalidades que estão disponíveis no exterior, pois a gente sabe que essas cores existem, só não são vendidas por aqui.

Beijos!

1 Comentário, deixe o seu!

Esmalte fosco: dá para usar?

Já faz um tempo que eles estão nas prateleiras, mas hoje resolvi falar um pouquinho sobre eles aqui. Quem gosta de esmalte deve conhecer o esmalte fosco, um esmalte com cobertura totalmente fosca, sem brilho, bem diferente do esmalte tradicional.

esmalte fosco moda democrática

Mas, a pergunta é: tem como usar esse esmalte fosco sozinho? Para mim, a resposta é um redondo não.

Sinceramente, não sei como esses esmaltes ainda continuam nas prateleiras. Eu não sei como é possível usar esses esmaltes. E por causa de um único motivo: eles não duram nada nas unhas.

Eu faço as unhas esperando que elas fiquem bonitas por, pelo menos, uns 4 dias. E o esmalte fosco tem uma durabilidade de um ou dois dias, no máximo! Além disso, quando ele começa a descascar, não é como um esmalte normal, que descasca só na beirada. O esmalte fosco vai descascando até a metade da unha, deixando a gente desesperada para tirar.

E olha que não é por falta de testar, já testei várias marcas e cores. Não estou criticando nenhuma marca em especial, acho que esse é um problema que atinge todos os esmaltes desse tipo.

Passar base por cima

A solução óbvia é passar uma base, ou um extra brilho, por cima do esmalte fosco. Eu já fiz isso sim, mas apenas para aproveitar uns esmaltes foscos que tinha comprado e desistido de usar. Só que, daí, o esmalte não é mais fosco! Volta a ser um esmalte normal, com brilho.

A impressão que eu tenho é que, mesmo com extra brilho por cima, não dura tanto quanto um esmalte normal. Mas dá para usar.

É uma pena, pois acho que o esmalte fosco tem um efeito incrível nas unhas.

Talvez as indústrias de esmalte estejam trabalhando para melhorar essa tecnologia do esmalte fosco (Risqué, Colorama, Impala… alguém?). Se alguém conhece um esmalte fosco que dure, me conte, pois eu vou correndo testar.

Beijos e até nosso próximo post!

Deixe seu comentário!

Minha rotina de maquiagem

Nesse post vou mostrar minha rotina diária de maquiagem para a pele.

Não sei se você vai achar que eu uso muita ou pouca coisa… Eu acho bastante, mas não sei como diminuir os produtos e ainda obter um bom resultado.

Antes, veja os produtos, depois comento sobre cada um deles em separado:

rotina-maquiagem-moda-democrática

1. filtro solar

Começo a maquiagem do rosto com um filtro solar, o Anthelios XL. É um filtro muito bom, já falei sobre ele aqui.

Eu sei, eu sei, aqui já estou pulando um produto que é muito importante para o preparo da pele: o tônico facial. Mas optei por deixar o tônico de fora, já que eu acho que a diferença que ele fazia na pele não compensava o trabalho.

Gostaria muito de também poder deixar de lado o filtro, mas, por ter uma pele clara demais, preciso dele. E uso um com fator de proteção 50.

2. corretivo

Ao contrário do que muitos maquiadores recomendam, eu uso o corretivo antes da base. E aplico somente nas olheiras. Depois, não passo base por cima. Como eu não sobreponho corretivo e base, não vejo problemas em passar o corretivo primeiro.

Atualmente, estou usando o corretivo Natura Una, cor rosado.

3. base

A base que eu uso é a Perfectly Real Makeup, da Clinique. Acho que é uma base boa para o dia, pois ela espalha rapidamente e não tem uma cobertura tão pesada. Eu fiz uma resenha sobre ela nesse post.

Às vezes, quando estou com muita pressa, pulo a base e passo direto para o pó.

4. pó facial

Na maquiagem diária, eu prefiro usar pó facial. Deixo o pó compacto para viagens e para aplicar durante o dia, fora de casa.

Eu uso o Pó Solto Blended Face Powder, da Clinique. Já estou no terceiro ou quarto pote dele, ainda não encontrei um substituto. É um ótimo pó, conforme já comentei aqui.

Essa é a rotina de pele, ainda tem o rímel e o batom. Mas nesses dois itens, assim como toda mulher, vario bastante. Por isso os deixei de fora.

Também não uso muito blush durante o dia. Apesar de gostar do efeito, acabo sempre deixando de lado, mais por pressa do que outra coisa.

Talvez pareça muito, mas em cinco minutos está pronto. E você, qual sua rotina?

Deixe seu comentário!

Top 5: as cinco melhores bases para rosto já testadas no blog

Eu já falei sobre várias bases para o rosto aqui no blog. Hoje vou fazer uma lista com aquelas que considero as melhores, para quem está na dúvida a respeito de qual comprar.

Se você quiser ler a resenha completa de cada base, basta clicar no link, que está no título do produto. Então vamos, começar:

5º lugar: Base Dream Matte Mousse Maybelline

Dream Matte Mousse Maybelline

Quando eu comprei essa base, gostei muito dela. Controla a oleosidade, espalha bem e  tem uma ótima cobertura. No entanto, com o passar do tempo, alguns aspectos fizeram com que eu começasse a achar que ela não era tão boa assim.

A textura em mousse é boa para espalhar, mas, quando o produto está acabando, começa a ficar meio difícil de pegar. Ela vai ficando seca, e começa a esfarelar. Com o tempo, já não espalha tão bem. Esse é o motivo pelo qual ela ficou apenas com o quinto lugar.

4º lugar: Base Dream Liquid Mousse Maybelline

BASE DREAM LIQUID MOUSSEEssa é uma base com ótima cobertura e que rende bastante. Mas, a textura oleosa não é o ideal para peles mistas (como a minha). Por causa disso, não consigo usá-la por várias horas.

Ela tem qualidade, mas, por deixar a pele brilhante demais, ficou no quarto lugar dessa lista.

 3º lugar: Base Clinique Superbalanced Makeup

Clinique Superbalanced Makeup

A Clinique Superbalanced Makeup é uma base ótima. Uma textura incrível, fluidez e equilíbrio de oleosidade.

Só não ficou numa colocação melhor porque a embalagem dificulta a saída da base, já que não tem aplicador e o frasco é de vidro. É preciso virar o produto no dedo, e o produto acaba demorando para sair e, quando sai, sai demais. Além disso, a cobertura podia ser um pouco mais forte.

2º lugar: Base Base Diorskin Forever

Base Base Diorskin Forever

A base Diorskin Forever tem uma qualidade impressionante. Controla a oleosidade da pele, fácil de espalhar e com uma cobertura poderosa. A embalagem é incrível.

O único motivo pelo qual não coloquei essa base em primeiro lugar foi por causa da cor. Apesar de eu ter comprado a cor mais clara, está mais para um bege médio, e fica escura para mim. Não existe, portanto, uma tonalidade apropriada para peles bem claras.

1º lugar: Base Clinique Perfectly Real Makeup

Clinique Perfectly Real Makeup

E a grande vencedora é a Base Clinique Perfectly Real Makeup. Dá para ver que eu adoro os produtos da Clinique, não é? Mas não é para menos: essa é uma das poucas marcas que tem cores bem claras, que não ficam escuras demais para a minha pele.

Vários são os motivos que me fazem gostar tanto dessa base. Primeiro, a cor: ela é claríssima, mas sem deixar um aspecto pálido. A textura, a durabilidade, enfim, tudo me agrada nela. Ela também ilumina suavemente a pele, e possui uma embalagem leve e prática.

Por tudo isso, a Clinique Perfectly Real Makeup é a minha base preferida.

E você, qual a base que mais gosta? Conte para nós!

1 Comentário, deixe o seu!

Resenha: Base Clinique Superbalanced Makeup

Hoje vou falar para vocês sobre a Base Clinique Superbalanced Makeup. Vejam uma foto do produto:

A Base Clinique Superbalanced Makeup vem numa caixinha bem bonitinha, e a embalagem é de vidro e muito resistente. Abaixo, uma foto maior, para vocês poderem ver com detalhes a embalagem:

base-clinique-superbalanced1

Cor e cobertura

É uma base muito, mas muito clarinha mesmo. Só que não é branca, por isso não deixa o rosto pálido. Pelo contrário, fica um aspecto bem natural.

O maior problema dela é ter uma cobertura muito fraca. Penso que esse seja um problema da cor que eu comprei (27 – Alabaster). Ela é quase transparente, e eu prefiro uma cobertura um pouco mais forte para uma base.

Textura

A textura é ótima, espalha muito fácil. Também não deixa a pele oleosa, embora não seja uma base tão sequinha.

Durabilidade

Eu gostei da durabilidade dessa base. Embora não fique perfeita o dia todo, a pele fica em ótimo estado por muitas horas.

Preço

Ela custa pouco mais de R$ 100,00, numa embalagem de 30ml.

Leia também: Top 5: as cinco melhores bases para rosto já testadas no blog.

Enfim, é uma ótima base, com muito mais aspectos positivos do que negativos. Foi testada e aprovada!

Deixe seu comentário!

Página 1 de 3123