Go to Top
Posts Recentes
glicopan pet id
cama-baú-id
Pill Food - id
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
zasłonka_szafa_garderoba_kokopelia_-32

Como aplicar a base: esponja, pincel ou dedos?

Tem muita gente que pergunta qual a melhor forma de aplicar a base. Por isso, no post de hoje vou mostrar as vantagens e desvantagens, na minha opinião, de cada uma das formas: com esponja, com pincel ou com os dedos.

  • PINCEL

Há muitos modelos por aí, para todos os gostos e dos mais variados preços. O que eu mais me adaptei foi o pincel para base da Avon. Apesar de simples, ele espalha bem a base.

Sinceramente, não gosto muito de passar com pincel. Acho que demora demais, tem que esfregar muito para o acabamento ficar bom. Acho que o resultado final é bom, mas não vale o esforço.

  • ESPONJA

A esponja é ótima, eu acho que o acabamento é superior ao do pincel. O problema: desperdício de produto. Ela absorve a base, o que faz com que a gente acabe gastando no mínimo o dobro do que gastaria normalmente.

Eu recomendo a esponja para passar o nosso já testado Dream Matte Mousse da Maybelline. Como ele tem a textura de mousse, não é absorvido pela esponja, e deixa um resultado ótimo no rosto. Além disso, não é recomendável aplicar o Dream Matte Mousse com os dedos, pois o produto entra debaixo das unhas, fazendo muita sujeira.

  • DEDOS

É a minha forma preferida de passar base. Eu sei que muita gente tem preconceito em relação a passar com os dedos, mas eu acho que é uma forma prática, rápida e econômica.

Passo uma quantidade pequena na ponta dos dedos, e aplico a base do centro do rosto para as laterais. O resultado fica muito bom.

No fim, é sempre uma questão de gosto pessoal e do tempo que cada uma tem para aplicar a maquiagem.

E você, já testou todas as formas? O que prefere?

Beijos e até amanhã!

By Silvia

Leia também:

2 Comentários, deixe o seu!

Nós testamos: Base Base Diorskin Forever

Hoje nosso teste é com a Base Diorskin Forever (Flawless Perfection Fusion Wear Makeup) FPS 25.

É essa aqui:

Gente, essa base é muito boa. Um ponto positivo é o fato de ter FPS 25. Só o fator PPD que deixa um pouco a desejar, pois ele é +++, o que significa um PPD bem baixinho (para saber mais sobre os fatores de proteção solar, clique aqui).

Ou seja, não dá para usar somente ela num dia de muito sol, principalmente aquelas com pele clarinha como eu. Mas FPS 25 já é alguma coisa né.

A textura dela é incrível, desliza na pele e espalha com muita facilidade. Cheirinho maravilhoso também.

Eu usei a cor 20 – Ligh Beige, a mais clara da marca. Para mim, esse foi o maior problema dessa base, pois essa cor é um pouco escura para mim. Então, para aquelas de pele bem branquinha, essa base não é tão indicada.

Ela não deixa a pele oleosa. Para testar esse aspecto, fiz o seguinte teste: passei a base sobre a pele tonificada de manhã, sem nada por cima.  Oito horas depois a pele estava com um pouco de brilho, é claro, mas nada muito forte. Achei um ótimo resultado, ainda mais considerando que eu tenho a pele mista.

A cobertura é excelente, cobre bem sem deixar aquele aspecto de máscara.

O maior problema do produto é o preço. A Base Diorskin Forever custa pouco mais de R$ 200,00, e vem com 30ml.

Leia também: Top 5: as cinco melhores bases para rosto já testadas no blog.

Apesar de alguns pontos negativos, ela foi super aprovada.

Beijos e até nosso próximo post!

Deixe seu comentário!

Teste: colocar Super Bonder na base para o esmalte durar mais

Já tinha visto em vários blogs a dica de colocar super bonder na base para o esmalte durar mais. Então resolvi fazer o teste, e vou mostrar o resultado para vocês neste post.

E não é que durou mesmo. Demorou um pouco mais para começar a lascar, não chegou a durar a semana toda como eu tinha lido nos blogs, na verdade foram uns 2 ou 3 dias a mais do que sem o super bonder. Mas já achei que compensa.

Confesso que não sei se faz mal para a unha, mas acredito que não. Já usei alguma vezes e não senti diferença na unha.

Para quem quiser fazer o teste a medida que eu usei foi:

• 3 gotas de super bonder

• 1 vidrinho de base para unha

Mas é só para passar essa misturinha na última camada, após ter passado o esmalte. Se você também passa a base antes de pintar as unhas acho melhor usar uma sem o super bonder, afinal esta camada irá ficar em contato direto com a unha.

Uma dúvida que eu tinha era se iria endurecer a base dentro do vidro. E isso não aconteceu, o pincel também não endureceu. O fundinho do frasco ficou esbranquiçado, um pouco do super bonder deve ter parado lá, então é bom mexer bastante antes de usar.

Espero que tenham gostado da dica!

By Cláudia

3 Comentários, deixe o seu!

Resenha: Base Clinique Perfectly Real Makeup

No post de hoje, vou falar tudo a respeito de uma base que eu adoro: a Clinique Perfectly Real Makeup.

Antes de mais nada, vamos ao produto:

Para que vocês possam conhecer melhor a Base Clinique Perfectly Real Makeup, vou falar de cada uma das características do produto em separado. Vamos lá?

Textura

A base possui uma ótima textura. Cremosa, sem ser oleosa.

No entanto, ela não fica muito bem se usada sozinha, sem pó. A pele fica brilhante demais.

Cobertura

Não é uma cobertura tão grossa, de modo que não cobre todas as imperfeições da pele. Na minha opinião, isso que garante a esta base da Clinique um resultado mais natural.

Mas, como é uma cobertura parcialmente transparente, para quem tem manchas escuras ou outros problemas que quer esconder, essa base não é ideal.

Durabilidade

Ela dura super bem, praticamente o dia todo.

Tecnologia de micro-espelhos

A marca afirma que a base possui “tecnologia de micro-espelhos”. Na prática, ela possui uns “brilhinhos”, como um glitter, mas muito discreto. Dá uma luminosidade no rosto.

Um ponto negativo do produto é a falta de fator de proteção solar.

A Base Clinique Perfectly Real Makeup custa em média R$ 120,00.

Leia também: Top 5: as cinco melhores bases para rosto já testadas no blog.

Eu gosto muito dessa base, principalmente por causa da textura, durabilidade e acabamento natural. Na minha opinião é um ótimo produto, totalmente aprovado.

Deixe seu comentário!

Teste: base Dream Liquid Mousse, da Maybelline

Hoje vamos a mais um teste de maquiagem (com fotos!). Nosso produto testado foi a base Dream Liquid Mousse, da Maybelline.

É essa aqui:

b1

A base possui uma textura firme, mas também um pouco oleosa. Por este motivo, aquelas com pele muito oleosa não vão gostar do resultado.

Por causa dessa oleosidade, costumo usá-la em conjunto com o pó solto da Clinique. Isso deixa o resultado bem melhor.

Usei a cor Porcelain Ivory. Ela é boa para quem tem pele clara. Mas aquelas de pele bem branquinha vão achar um pouco escura (se sua pele é assim, eu recomendo a Base Clinique Perfectly Real Makeup).

Um aspecto bem legal dessa base é a cobertura. Ela tem bastante pigmento, cobrindo bastante manchas e imperfeições.

A base Dream Liquid Mousse, na cor Porcelain Ivory, deixa a pele com uma tonalidade rosada.

Ela dura bastante, não é daquelas bases que vai saindo durante o dia. No entanto, transfere um pouco: se não cuidar, pode manchar as roupas.

Mesmo assim, não é boa para ser usada o dia todo. O problema é a oleosidade. Depois de algumas horas a pele já está bem brilhante, mesmo com um pó por cima. Caso sua pele seja bem seca com certeza o resultado será melhor.

Ela custa em média R$ 65,00, e é encontrada facilmente em farmácias.

Em resumo: ótima cobertura, boa fixação e textura um pouco oleosa são características desta base.

Leia também: Top 5: as cinco melhores bases para rosto já testadas no blog.

No geral, aprovada, mas com reservas.

Beijos!

By Silvia

Deixe seu comentário!

Página 2 de 3123