Go to Top
Posts Recentes
glicopan pet id
cama-baú-id
Pill Food - id
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
zasłonka_szafa_garderoba_kokopelia_-32

Decapagem: clareando cabelos pretos e vermelhos

Olá! Hoje estou aqui para falar sobre decapagem nos cabelos. Conhecer um pouco mais sobre decapagem é fundamental para quem quer clarear cabelos escuros (pretos, castanhos ou vermelhos).

O que é decapagem?

É um procedimento que tira a cor da tinta do cabelo, para que uma nova (mais clara) possa ser colocada por cima. Esse é um exemplo do processo de decapagem, que fiz usando o Dekap Color:

decapagem - antes e depois

Pode parecer simples, mas não é não! É um processo que usa uma química forte, e por isso pode causar vários problemas: estragar os fios, causar queda, manchar os cabelos. Por tudo isso, é preciso bastante cuidado na hora de fazer uma decapagem.

Quando eu preciso fazer decapagem?

Quando você quiser clarear os cabelos tingidos, principalmente os pretos e vermelhos.

A regra número 1 da tintura é: tinta não clareia tinta. Então, se seu cabelo é escuro e você quer clarear, antes de pintar com uma cor clara vai ter que decapar (tirar a tinta) já existente no seu cabelo.

Posso fazer sozinha?

Depende. Se você quer clarear só um pouco, então pode. Se quer clarear um montão, vai estar colocando seu cabelo em risco. O estrago pode ser tão grande que só cortando para resolver.

Claro que isso varia para cada pessoa: seu cabelo é bem forte? Tem progressiva ou outras químicas? Está estragado? Se você já tem química, então, não devia se arriscar de jeito nenhum a fazer sozinha.

Nesse caso, mesmo no salão, o certo é fazer um teste de mecha antes para ver se o cabelo aguenta (o teste de mecha é preciso em TODOS os casos, mas eu sei bem que muitas vezes a gente vai lá e simplesmente faz a química, por pressa ou sem imaginar o dano que isso pode causar). Ninguém quer ter que cortar o cabelo curtinho para reparar o dano causado por uma química mal feita, não é mesmo?

Quais os processos?

Existem três processos principais para fazer decapagem:

SOAP CAP (decapagem com shampoo)

Essa é a maneira menos agressiva de decapar, e também não clareia tanto o cabelo. Conheça a receita:

  • 1 medida de shampoo (não use sem sal)
  • 1 medida de ox de 20 ou 30 volumes (30 tira mais tinta, mas a 20 estraga menos, vai de você analisar o que é melhor)
  • 1 medida de descolorante pra cabelos (preferencialmente o pó azul)

Aplicação:

Aplique no cabelo seco, mecha a mecha, como se fosse tinta, e deixe agir, acompanhando o clareamento (não passe de 30 minutos). Depois é só lavar normalmente (cuidado para não deixar produto no cabelo, pois isso vai estragar ainda mais).

Dekap Color

O Dekap Color é um produto bem comentado na internet, que serve especificamente para tirar a tinta do cabelo.

Eu usei Dekap Color nos meus cabelos, e é justamente a foto da progressão da cor com o uso do Dekap Color que está aí em cima.

Não vou falar em detalhes sobre o Dekap Color nesse post, senão ele vai ficar imenso. Se você quer mesmo usar Dekap Color, clique aqui e leia o post que eu fiz sobre ele, no qual eu explico direitinho todo o processo. Mas, já adianto o seguinte: Dekap Color é bom, não estraga tanto o cabelo, mas também não clareia muitos tons. Se você realmente quer um clareamento super efetivo, o processo a seguir é o ideal para você.

Com pó descolorante (decapagem profissional)

Não recomendo que faça a decapagem profissional em casa (mas isso não impede muita gente de fazer, não é mesmo? Eu mesma já fiz tanta loucura em casa que sei bem como é…).

A receita é a seguinte:

  • Pó descolorante
  • Água oxigenada volume 40

E é isso! Não é por acaso que estraga tanto o cabelo! A proporção é de 1:2 (uma medida de pó, duas de água oxigenada), mas pode variar dependendo do grau de descoloração buscado.

Existem pessoas que dizem que pode ficar com essa mistura no cabelo por até 40 minutos, mas eu acho isso bem questionável. Simplesmente vai estragar muito, mas muito o cabelo. Se usar por uns 15 minutos já vai abrir bastante a cor. Muito cuidado com esse processo.

E depois de decapar, o que eu faço?

Achou que tinha acabado? Mas não! Depois de decapar, seu cabelo vai ficar com uma cor horrorosa, desbotada, sem vida. É preciso passar tinta por cima. Agora sim, você vai poder passar uma tinta mais clara, que ela vai pegar no seu cabelo.

É um processo longo e que pode estragar bastante o cabelo. Não quero parecer pessimista, só não acho que ajuda dar aquela impressão de que é superfácil, que muita gente passa nos blogs por aí.

Não estou dizendo para não fazer a decapagem. Pelo contrário, se você quer clarear o cabelo, faça sim! Mas vá com cuidado, não tenha pressa, e escolha bem os produtos e o profissional (se for fazer em casa, é bom pedir a ajuda de alguém). Assim, quando você ficar loira, vai ser com um cabelo lindo e saudável!

Atualizando:

Falei no post do Dekap (esse) que é difícil responder para quem tem dúvidas sobre como vai ficar o cabelo. Vou reproduzir aqui o que eu escrevi lá:

“Recebi muitas perguntas depois que publiquei esse post. As leitoras geralmente explicam o que já usaram no cabelo e perguntam o que vai acontecer se aplicarem o produto X.

Fiquei feliz ao ver as perguntas, porque é bem legal ver que as pessoas curtem o que a gente escreve. Mas insegura também. Tão insegura que acabei ficando um tempo sem publicar os comentários.

Tenho medo de dar uma resposta errada, pois não conheço o cabelo da leitora. Cada cabelo reage de um jeito, dependendo do que já tem nele e da textura.

É difícil prever o que vai acontecer depois de uma química mesmo pegando o cabelo na mão. O cabelo pode estar bom e detonar de repente. É bem imprevisível.

Então vou fazer o seguinte: vou publicar todas as perguntas e deixo em aberto as que eu não souber responder. Se alguém souber e quiser responder, é bem legal, pois vira uma espécie de fórum.

E agora vou dar umas respostas do tipo “regra geral” às perguntas:

1) não aconselho fazer NADA sem teste de mecha antes;

2) decape duas vezes no máximo e espere muito tempo (meses) para decapar de novo ou usar qualquer clareador;

3) clareie devagar. Um/dois tons por mês. Não tente ir do preto para o louro escuro que vai dar problema.”

29 Comentários, deixe o seu!

Convivendo com o melasma (Melasma: causas e soluções)

Oi pessoal! No post de hoje, gostaria de falar sobre dicas para conviver com o melasma.

Esse post é dedicado a todas que procuram ajuda para melhorar as manchas na pele. Então, vou falar primeiro o que causa o melasma, pois isso vai permitir a você prevenir o problema. Em seguida, falo sobre os produtos e tratamentos que uso e que surtiram efeito na luta contra esse problema. Afinal, manchinhas no rosto só ficam bem nos dálmatas, não é mesmo?

dalmata-marrom-620x465

Agora, falando sério, coloquei “conviver” no início do post e não “resolver”, pois ainda não há solução total para o melasma. Como a maioria das mulheres, também tenho melasma, e desde que as primeiras manchinhas surgiram já fui a muitas dermatologistas diferentes na intenção de resolver de vez o problema, mas elas sempre dizem a mesma coisa: melasma não tem cura, mas tem tratamento. Então, já é um primeiro passo saber que as manchas podem sumir (hoje estou praticamente sem manchas), mas qualquer coisa faz com que voltem.

o que é?

Bom, se você chegou até aqui, tenho certeza de que já tem ideia do que é melasma. Só para resumir, melasmas são manchas na pele, principalmente do rosto. Não causam maiores consequências na saúde: seu principal dano é estético.

Causas

É muito importante conhecer as causas, pois prevenir é o melhor tratamento em relação ao melasma. Estão relacionados os seguintes fatores na produção das manchas:

  • Hormonal

O hormônio feminino tende a desencadear as manchas, por isso mulheres grávidas e as que fazem uso prolongado de anticoncepcional têm mais chances de ter o melasma. Mas ele também aparece em mulheres que nunca tiveram filhos nem tomaram pílula.

  • Exposição ao sol
  • Calor

Acredita-se que entrar em um local muito quente, como um carro fechado no sol, também leve ao aparecimento das manchas. Mudanças bruscas de temperatura, fazer muita sauna, coisa assim podem piorar as manchas.

  • Abrasão

Agredir a pele piora: por isso todo tipo de peeling mais forte ou laser não é indicado no tratamento, já que pode até fazer a mancha sumir num primeiro momento, mas depois ela volta mais forte.

  • Luz

Todo tipo de exposição prolongada à luz piora o melasma. Pode ser a luz do teto, ou mesmo a luz do celular, tablet ou computador.

Minha rotina de tratamento

Procuro usar sempre filtro solar, (aplico de manhã e reaplico na hora do almoço) de fator de proteção bem alto. Uso todos os dias, mesmo quando não tem sol.

Para proteger da luz, é bom usar alguma maquiagem com cor (pó ou base). A simples cor já protege a pele, pelo menos um pouco, dos efeitos da luz. Por isso, uso sempre um pó facial sobre o filtro diariamente e, nos lugares onde quero proteger mais, aplico corretivo.

Não uso cremes, pois sou alérgica a hidroquinona, como comentei no post Melasma (manchas na pele): teste com Demelan e Triderm. A hidroquinona pode ser um clareador eficaz, embora tenha muita controvérsia sobre o assunto, já que tem gente que diz que hidroquinona faz mal.

O mais importante no tratamento ao melasma é prevenir. As manchas podem melhorar, mas é muito fácil voltarem. Filtro solar e maquiagem, então, são ótimos aliados!

Beijos!

Deixe seu comentário!

Teste: clareando cabelos tingidos com Dekap Color

Olá! Hoje estou aqui para mostrar a vocês minha experiência com o Dekap Color, que usei para tentar tirar tinta vermelha dos cabelos.

Tirando o vermelho do cabelo

Eu usei por muitos anos o cabelo vermelho. Quem acompanha o blog já sabe disso, pois já publiquei muitas dicas para a manutenção da cor vermelha no cabelo.

Mas o cabelo vermelho exige muita manutenção, é uma cor difícil de manter. Além disso, queria mudar a cor, pois estava meio cansada do vermelho. Só não mudei antes porque o vermelho é uma cor muito, muito difícil de tirar. Por cima dos cabelos vermelhos, nem a tinta escura fica boa. É só lavar algumas vezes que o fundo acobreado aparece.

Essa dificuldade para tirar a tinta também acontece com cabelos tingidos de preto, para quem quer clarear.

A minha primeira tentativa de tira o vermelho do cabelo foi usando uma tinta loiro mate, como contei para vocês no post Teste: Loiro Mate tira o vermelho dos cabelos? Como não gostei muito do resultado, resolvi investir em métodos um pouco mais agressivos para a remoção da tinta vermelha.

Decapando os cabelos

Pesquisando bastante sobre o assunto, vi que não tem como tirar a tinta do cabelo sem decapar. Em alguns dias vou publicar um post só sobre decapagem, e recomendo que você dê uma olhada nele se quiser saber tudo sobre esse processo, inclusive as formas de decapar (existem mais opções além do Dekap Color).

Em resumo, decapar os cabelos é tirar a tinta existente para passar uma nova. É o processo ideal para mudar de cor de tinta, e é um passo indispensável para quem quer clarear cabelos tingidos.

Dekap Color – o que é

O Dekap Color é uma das formas de decapar os cabelos. Como muita gente falou super bem dele, resolvi testar o produto. Vejam a embalagem:

como usar

Ele vem com esses dois potinhos de produto dentro, e, para aplicar, basta misturar o conteúdo dos dois em partes iguais.

O Dekap Color é passado no cabelo seco, como se fosse tinta (mecha por mecha), deixando agir e lavando em seguida.

Pode ser aplicado duas vezes no mesmo dia, para clarear mais. Se quiser um resultado mais potente, pode clarear mais duas vezes ainda, só que tem que esperar sete dias da primeira aplicação. Assim:

2 aplicações / pausa de 7 dias / + duas aplicações.

Resultado

Vejam como meu cabelo ficou. Esse é o cabelo antes:

Depois de uma aplicação do Dekap Color:

Depois da segunda aplicação:

opinião

Ele não agrediu tanto o cabelo, mas também não clareou muitos tons. Como vocês viram nas fotos, somente a primeira aplicação clareou bastante, a segunda quase não deu diferença.

O grau de clareamento varia demais de cabelo para cabelo (tem gente que clareia uns 5 tons, mas o normal é o máximo 2 tons por aplicação).

Acho que o Dekap Color é uma forma segura de tirar a tinta do cabelo em casa mesmo. Só que não é para ser usado sozinho: depois, é preciso passar outra tinta no cabelo, para o cabelo não ficar com o tom desbotado que vocês viram nas fotos.

Vale lembrar que o Dekap Color é uma das formas de tirar tinta do cabelo (decapar). Para conhecer outras, você pode ler o artigo Decapagem: clareando cabelos pretos e vermelhos.

Atualizando:

Recebi muitas perguntas depois que publiquei esse post. As leitoras geralmente explicam o que já usaram no cabelo e perguntam o que vai acontecer se aplicarem o produto X.

Fiquei feliz ao ver as perguntas, porque é bem legal ver que as pessoas curtem o que a gente escreve. Mas insegura também. Tão insegura que acabei ficando um tempo sem publicar os comentários.

Tenho medo de dar uma resposta errada, pois não conheço o cabelo da leitora. Cada cabelo reage de um jeito, dependendo do que já tem nele e da textura.

É difícil prever o que vai acontecer depois de uma química mesmo pegando o cabelo na mão. O cabelo pode estar bom e detonar de repente. É bem imprevisível.

Então vou fazer o seguinte: vou publicar todas as perguntas e deixo em aberto as que eu não souber responder. Se alguém souber e quiser responder, é bem legal, pois vira uma espécie de fórum.

E agora vou dar umas respostas do tipo “regra geral” às perguntas:

1) não aconselho fazer NADA sem teste de mecha antes;

2) decape duas vezes no máximo e espere muito tempo (meses) para decapar de novo ou usar qualquer clareador;

3) clareie devagar. Um/dois tons por mês. Não tente ir do preto para o louro escuro que vai dar problema.

22 Comentários, deixe o seu!

Como amenizar as olheiras

Esse post é especial para quem tem olheiras e quer amenizá-las. Para amenizar suas olheiras de forma eficiente, é preciso conhecer o tipo de olheira que você tem. Com essa informação, a gente sabe melhor o que usar, pois cada olheira precisa de um tratamento diferente.

Por isso, vou mostrar os tipos de olheiras mais comuns, e, abaixo, os tratamentos mais eficazes.

Olheiras de cansaço

Vou começar pela olheira mais simples de tratar: aquela que aumenta de tamanho sempre que a gente perde uma noite de sono.

Esse tipo de olheira não é constante, e não é só a falta de sono que faz ela aparecer: stress, TPM, excesso de álcool, tudo isso pode aumentar a olheira.

Tratamento:

Dormir, é claro, é um ótimo tratamento nesse caso.

Mas você também pode usar compressas de chá gelado de camomila (a camomila possui substâncias que tiram o roxo e desincham a pele, por isso é ideal para olheiras), gelo e massagear os olhos.

Tudo que ativa a circulação na área dos olhos melhora esse tipo de olheira.

Causadas pela hiperpigmentação

Essa é aquela olheira que fica amarelada. A área dos olhos fica com uma cor mais intensa do que o restante da pele. É mais ou menos o mesmo processo que ocorre nas axilas e virilhas, deixando a aparência mais escura nessas áreas.

A olheira causada por hiperpigmentação não sai tão fácil como a causada pelo cansaço. Ainda assim, pode ser totalmente removida com determinados tratamentos.

Tratamento:

Os peelings e tratamentos com laser funcionam super bem nessas olheiras, podendo removê-las completamente.

Passar Hipoglós (para saber mais sobre Hipoglós, veja nossa resenha aqui).

Causadas pela vasodilatação

É o caso das olheiras roxas. Como a pele na área dos olhos é muito fina, os vasos sanguíneos que passam por baixo da pele podem ficar visíveis. A pele fica arroxeada, como nos lugares onde a gente leva uma pancada. É o meu tipo de olheira e, infelizmente, a mais difícil de tirar.

Como a olheira roxa não tem solução, o melhor é tentar amenizá-la. Esses produtos abaixo melhoram bastante o aspecto da olheira roxa, mas ela sempre volta, então é preciso usá-los constantemente.

Tratamento:

Fazer compressas de chá de camomila gelado (deixar por 15 minutos): a camomila é ótima para olheiras roxas, o uso constante pode amenizar bastante a olheira

Aplicar gelo (sem encostar na pele, colocar por uns 10 minutos) e Hipoglós (mais eficaz em olheiras amarelas, pode ajudar um pouco nos casos de olheiras roxas).

Corretivos

Até agora eu falei sobre produtos para tirar as olheiras, mas o corretivo é, de longe, a maneira mais rápida de amenizá-las.

Uso corretivo diariamente, e é difícil me imaginar na rua sem ele. Meu preferido atualmente é o da Natura Una, mas estou sempre mudando.

creme Génifique

Tem outro produto que eu usei e achei que diminuiu as minhas olheiras: o creme Génifique da Lancôme. É um creme excelente que comprei no exterior. Ainda não falei sobre ele aqui no blog, pois estou esperando acabar o pote para falar com mais detalhes. Mas já notei que ele diminuiu as olheiras, e fiquei bem feliz com o resultado.

Espero que as dicas ajudem todas aquelas que buscam uma pele mais linda e uniforme. Lembre-se: não desista, existem produtos maravilhosos por aí, sua pele pode ficar linda!

1 Comentário, deixe o seu!

Gelo é bom para clarear olheiras roxas?

Será que aplicar gelo é eficaz no combate às olheiras roxas? Confira!

gelo

Para saber mais detalhes sobre as causas e soluções das olheiras, você pode dar uma olhada no post Como amenizar as olheiras. Mas, em resumo, ocorre o seguinte: existem várias causas para as olheiras, mas as mais comuns são: hiperpigmentação e vasodilatação.

hiperpigmentação

A hiperpigmentação geralmente não deixa as olheiras tão roxas, e sim mais amareladas. Nesse caso, peelings ou tratamentos à laser trazem ótimos resultados.

vasodilatação

Já as olheiras roxas são causadas pela vasodilatação. Acontece que a pele na área dos olhos é extremamente fina e sensível (por isso as rugas nessa região são tão comuns). Em algumas pessoas a textura da pele na área dos olhos é ainda mais fina do que a média, e isso deixa a pele quase “transparente”, o que gera a famosa olheira roxa. Eu tenho olheiras assim, e se você também as têm sabe que não adianta nada dormir bem à noite, pois elas aparecem do mesmo jeito no dia seguinte. No meu caso, às vezes acho que dormir muito até piora, pois parece que a área dos olhos incha e destaca ainda mais as olheiras.

usando o gelo

O gelo é adequado para o tratamento de olheiras roxas. Esta seria a explicação para a eficácia do gelo no tratamento das olheiras roxas: o gelo contrai os vasos sanguíneos, deixando-os mais afastados da pele. Com essa contração, a pele fica mais clara, pois o sangue está mais distante da superfície. Já usei várias vezes gelo para clarear a área dos olhos e vi um resultado imediato.

O problema é justamente esse: o resultado é imediato, mas não dura. Não há comprovação de que o gelo contenha um componente capaz de combater a olheira a longo prazo. Usando o gelo no início da manhã, já de tarde as olheiras vão ter voltado ao normal.

Resumo: o gelo é uma ótima opção para situações em que queremos um resultado imediato (uma festa ou sessão de fotos), mas não proporciona resultados duradouros. E, se você vai testar o gelo para clarear as olheiras, pode aproveitar e passá-lo por toda a pele, pois o gelo também funciona como um primer caseiro (para saber mais detalhes, clique aqui).

Deixe seu comentário!

Página 1 de 212