Go to Top
Posts Recentes
glicopan pet id
cama-baú-id
Pill Food - id
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
zasłonka_szafa_garderoba_kokopelia_-32

Hidratação capilar em casa com efeito de salão

Oi! Sabem, existem alguns passos que fazem a hidratação caseira ter um resultado muito melhor, ficando parecida com a que a gente faz no salão. Pequenas mudanças que fazem toda a diferença.

lavar-cabelo-condicionador

Fiz muita química no meu cabelo ultimamente (usei tinta matte para tirar o vermelho, depois passei Dekap Color, e depois tingi). Meu cabelo ficou frágil e, como não quero cortar, estou hidratando bastante em casa, complementando com cauterizações no salão.

Para dar uma potencializada na hidratação caseira, tenho seguido os seguintes passos:

Lavar o cabelo antes

Passar o creme no cabelo seco faz com que o hidratante não penetre tão bem na fibra. É melhor lavar primeiro (com um shampoo antirresíduos de preferência) e depois aplicar o hidratante, pois, assim, abrimos as escamas do cabelo para o creme entrar na fibra.

Misturar um potencializador no hidratante capilar

Pode ser algo como óleo de argan (meu preferido atualmente), Semi di Lino ou Bepantol Solução. Muitas vezes coloco óleo de argan e Bepantol no creme, e gosto bastante do resultado.

Tirar o excesso de água com uma toalha

Aplicar o hidratante por cima do cabelo encharcado impede a absorção correta do creme pelos fios. O melhor, então, é retirar o excesso de água antes para depois passar o hidratante.

Passar o hidratante de acordo com as instruções

Sempre é bom deixar o tempo previsto, nem mais nem menos, usar touca térmica se necessário etc.

Enxaguar bem e depois usar condicionador

Achei isso meio estranho, afinal, para que condicionador se o cabelo já foi hidratado? Mas realmente é bom. Ao usar o condicionador vejo que o fio fica mais brilhante, o acabamento é melhor.

Evitar o excesso de calor

Depois de uma hidratação, não é bom abusar do calor, pois o calor tira um pouco do hidratante que acabou de entrar no fio de cabelo. Se você precisa do secador ou da chapinha, uma opção é usar um creme cauterizador antes, só para manter ainda mais o cabelo brilhante e macio.

Como viram, são dicas simples, mas que melhoram bem os efeitos da hidratação capilar em casa.

Beijos!

Deixe seu comentário!

Hidratar os cabelos com maisena sem ferver

Hoje vou dar uma dica bem legal que surgiu a partir do comentário da Suy, no post Como hidratar os cabelos com Maisena (“touca de gesso”). Lá, eu mostrei como hidratar os cabelos com maisena, e, conforme a receita, era preciso ferver a maisena e o creme, formando um mingau, para, em seguida, aplicar tudo nos cabelos.

Lembrando que não precisa ser “Maizena” mesmo, pode ser qualquer marca de amido de milho!

maisena-cabelo-moda-democratica

Voltando à receita, a Suy falou que bastava misturar a maisena no creme, sem necessidade de ferver. É claro que o procedimento fica muito mais simples, por isso eu resolvi testar.

Misturei os seguintes ingredientes:

  • 2 colheres (sopa) de maisena;
  • 3 colheres (sopa) de creme branco (usei um da Pantene).

Mexi tudo com a colher e, em seguida, passei nos cabelos. Os cabelos estavam secos mesmo. Deixei por 30 minutos e lavei em seguida.

O creme misturou bem com a maisena, sem formar pelotas.

Ficou muito fácil para aplicar, pois a maisena deixou o creme com uma textura mais firme, escorrendo menos.

Adorei a receita: deu muito menos trabalho do que fazer o mingau e foi melhor de que passar o creme sozinho.

Os cabelos ficaram brilhantes e com menos oleosidade do que o normal.

Então, é isso: podemos aplicar a maisena nos cabelos sem ferver, o resultado é ótimo!

4 Comentários, deixe o seu!

Dica: vaselina sólida como hidratante labial

A ideia desse teste surgiu a partir do comentário da leitora Suzana. No post sobre o Batom Vult, comentei que tenho os lábios muito secos, e a Suzana disse que a vaselina sólida era ótima para hidratar os lábios. Claro que fui testar, e hoje vou contar o resultado aqui para vocês.

A vaselina que usei foi essa aqui:

Ela é transparente, vejam só:

Foi a mesma usada para fazer o Lip Balm Caseiro (se quiser ver o passo a passo do Lip Balm, clique aqui).

Vou falar em detalhes o que achei do produto:

TEXTURA

Ela tem uma textura boa. Posso dizer que é um pouco mais durinha do que o Bepantol creme, que também é um ótimo hidratante labial, como já comentamos em outro post.

Quando passada nos lábios, a vaselina desliza facilmente, e desaparece bem rápido.

CHEIRO

A vaselina da marca que eu usei simplesmente não tem cheiro de nada. Não sei se toda marca é assim, mas acredito que seja. Gostei muito desse detalhe.

HIDRATAÇÃO

Fiquei surpresa com o resultado. A vaselina sólida hidrata muito bem os lábios. É boa mesmo para as pessoas que têm lábios que racham com facilidade, como eu.

DURABILIDADE

Eu passei antes de dormir, para uma hidratação noturna. E o produto durou a noite toda. Estava com medo de acordar sem nada na boca, mas isso não aconteceu.

PASSAR NO ROSTO

Como meu objetivo aqui é ser cobaia, decidi passar a vaselina no rosto para ver se ela era também um bom hidratante para a pele. E descobri que não!

Ela fica oleosa demais na pele. Talvez sirva para quem tem a pele super mega seca, mas a maioria das pessoas não vai gostar.

CUSTO X BENEFÍCIO

A vaselina sólida é um produto muito barato. Facilmente encontrada em qualquer farmácia, custa menos de R$ 10,00. Existem as vendidas em bisnagas, como a que eu comprei, e umas que vêm em potinhos. A de bisnaga é mais prática.

Além de barata, a vaselina rende uma eternidade. Basta uma pequena quantidade de produto para passar nos lábios. Já faz um tempo que estou usando a vaselina como hidratante labial, e ela ainda não está nem na metade. Portanto, tem um excelente custo X benefício.

Então, valeu a dica, Suzana! A vaselina sólida é um ótimo hidratante labial.

Comparando com os hidratantes labiais da Nívea que já testei (o Med Protection e o Essential Care), diria que a vaselina ganha no quesito hidratação – principalmente do Med Protection, que não hidrata muito – e perde na praticidade. Apesar disso, ela foi totalmente aprovada.

Até nosso próximo post!

Deixe seu comentário!

Resenha: Bepantol Creme para o rosto e lábios: Baby e Derma

Você já ouviu falar de passar Bepantol creme no rosto? Depois de meses de uso do Bepantol creme, hoje vou fazer uma resenha sobre ele aqui. Confira tudo sobre esse produto!

Nós já falamos sobre o Bepantol Líquido aqui. Bem, o Bepantol creme possui princípios ativos semelhantes, o que muda é a apresentação, em creme e não líquida.

Como tem muitos detalhes para falar sobre ele, vou fazer uma listinha e falar de cada um separadamente.

  • Hidratação

O Bepantol creme hidrata muito, muito mesmo. Para vocês terem uma ideia, teve uma época que eu estava com a pele do rosto descascada por causa do frio, e dois dias depois de usar Bepantol creme todas as noites ela já estava boa de novo.

  • Espinhas

Um probleminha: para quem tem a pele oleosa, o uso constante dele dá umas espinhas sim. É o meu caso, já que minha pele é mista.

  • Aplicação

Ele tem uma textura grossa demais, o que faz com que seja meio difícil de espalhar.

Para facilitar a aplicação e não deixar o rosto tão “gosmento”, o que eu faço é misturar, na palma da mão, um centímetro de Bepantol creme com um pouquinho de qualquer outro creme, que não seja tão espesso. Essa mistura aplico no pescoço, mãos e rosto. Fica bem mais fácil de espalhar.

Outra coisa é que se passar Bepantol creme no rosto, o cabelo ao redor acaba grudando, o que deixa o cabelo oleoso também. Por isso misturar com outro creme é o ideal (mas isso não impede o cabelo de grudar e ficar meio oleoso, o que é um problema!).

  • Cheiro

Quem leu nossa resenha do Hipoglós, deve lembrar do grande problema que comentamos: o cheiro horroroso de peixe morto.

Felizmente, o Bepantol creme não tem esse cheiro horrível. É um cheiro forte, mas tranquilo de acostumar.

  • Bepantol Baby X Bepantol Derma

Vocês repararam que só tirei foto do Bepantol Baby? Não é que nunca tenha comprado o Derma, já comprei sim. E ele já acabou. Acontece que decidi que não vou mais comprar o Derma, e vou explicar o motivo para vocês.

Os dois são praticamente iguais. Textura, hidratação, cor, não muda nada. A única diferença é o cheiro: o Bepantol Derma possui um cheiro um pouco mais fraco. Assim, para quem é muito sensível a cheiros, recomendo o Bepantol Derma. Caso contrário, o Baby é melhor, pois é bem mais barato.

Como eu não me incomodei com o cheiro, resolvi que não vou pagar mais caro por um produto que é quase a mesma coisa.

  • Hidratante Labial

O Bepantol é muito conhecido como hidratante labial, e foi para isso que o comprei inicialmente.

Eu não gostei muito do Bepantol creme para isso não. Ele até hidrata bem, mas tem um gosto meio ruim. Ele é meio gorduroso demais para passar na boca, a sensação não é nada agradável. Sinceramente, acho muito melhor o Batom Nivea Med Protection ou o Nivea Essential Care para a hidratação dos lábios.

Atualizando: para resolver os problemas quanto ao cheiro e textura do Bepantol, em se tratando de hidratação labial, eu decidi fazer um lip balm de Bepantol. Realmente, ficou muito melhor de passar o Bepantol nos lábios, e o efeito hidratante permaneceu. Se você quiser ver a receita e o passo a passo do lip balm de Bepantol, clique aqui.

  • Para hidratar cutículas

Esse item não existia no post originalmente, e foi uma dica da leitora Mariane. Testei por algum tempo o Bepantol creme nas cutículas, e pude conferir que é ótimo para isso. Para quem tem cutículas ressecadas e que descascam facilmente, o Bepantol creme melhora bastante.

  • Conclusão

O Bepantol creme é um produto que compensa pelo custo-benefício. Ele é um bom hidratante facial e corporal. Para facilitar o uso, recomendo misturar com outro creme, senão a textura tão grossa faz com que demore uma eternidade para espalhar.

Já estou no terceiro tubo de creme, então é algo que recomento e aprovo!

By Silvia

16 Comentários, deixe o seu!

Como hidratar os cabelos com Maisena (“touca de gesso”)

Neste post nós vamos ensinar a hidratar os cabelos usando maisena (amido de milho). Essa hidratação também é conhecida como “touca de gesso”. Confira o passo-a-passo e fique com os cabelos lindos!

Para fazer sua touca de gesso, você vai precisar de:

  • 2 colheres (sopa) de maisena (ou a marca de amido de milho de sua preferência) – lembramos que o produto se chama “maisena”, mas o nome comercial é Maizena!;
  • 200 ml de água;
  • 2 colheres (sopa) de creme (preferencialmente branco: usamos o creme da marca Tut Hair);
  • 2 colheres (sopa) de açúcar;
  • algumas gotas do Sérum da Alfaparf, Cristalli Liquidi (você pode substituí-lo por meia tampa de Bepantol Solução ou uma ampola de vitamina capilar).

Modo de fazer:

1) Misture o açúcar com o creme, até o açúcar dissolver totalmente:

O açúcar é indicado para tratar oleosidade e para a saúde do couro cabeludo, mas deve ser evitado em cabelos muito finos e secos.

2) Dilua a maisena na água e leve ao fogo. O fogo deve ser mínimo.

Para dar certo, você precisa mexer sempre. Assim que a maisena começar a engrossar, pode desligar o fogo. O ponto é esse:

Atenção: não deixe passar desse ponto! Se a maisena endurecer demais, a touca de gesso não dá certo, pois o creme vai empelotar. É bem rápido que ela chega no ponto, então, todo cuidado é pouco para que o amido de milho não engrosse demais.

3) Pegue o mingau de Maisena ainda quente e misture com o creme e o açúcar. A mistura vai ficar assim:

4) Em seguida, misture o Sérum (ou Bepantol, ou ampola):

O resultado final do creme é este:

Gente, fica um creme delicioso: cheiroso, uma textura ótima e muito fácil de passar.

Para finalizar nossa touca de gesso, fizemos assim: passamos nos cabelos secos, mecha por mecha. Depois de terminar, cobrimos com uma touca térmica e deixamos trinta minutos. Em seguida, lavamos normalmente.

Foi bem fácil de passar e espalhar, e o creme rendeu bem.

Depois de lavar, os cabelos ficaram hidratados e mais leves. Nada excepcional, temos que admitir. Mas foi um resultado bom, melhor do que uma hidratação só com o creme.

Dá um pouco de trabalho para fazer, pois tem que cozinhar o mingau.

Sinceramente, não acho que merece ser chamado de “touca de gesso”, pois, mesmo depois de seca, a maisena não fica dura na cabeça, como se fosse gesso.

Mas vale a pena tentar, pois o resultado nos cabelos foi bom.

É isso, esperamos que tenham gostado da nossa touca de gesso com maisena!

Nos vemos amanhã!

 

Leia mais:

12 Comentários, deixe o seu!